Quarta-feira, 25.05.11

Uma nova hegemonia que floresce

Parece que a Cat descreveu, de forma sublime, tudo o que sinto relativamente à blogesfera. 

Também ainda continuo resistente, a lutar para que o "nosso" tempo não se finde, continuarei mas, por agora, as frases que se desenham suavemente na tela do meu pensamento não querem abraçar este pequeno pedaço de mim. Resta-me dizer que por vezes é necessário clicar no botão "pausa".

Continuo aqui, ainda que ausente, na esperança de assistir a novos dias mais felizes.

publicado por Morgen às 11:36 | link do post | comentar | ver comentários (37)
Sábado, 19.03.11

É tempo de ser

"O pano cai, o medo vem, o corpo treme e sente o chão. Por tanto quereres o que não tens a voz é surda atrás da mão."
 
Talvez um dia volte quando a vontade for maior. Por agora cliquei no botão pausa  deste blog e chega aqui ao fim. É para isso que se termina, para quando o tempo nos pertencer possamos começar, assim o espero. Obrigada a todos e sejam felizes
publicado por Morgen às 12:13 | link do post | comentar | ver comentários (55)
Domingo, 23.01.11

...

Numa manhã demasiadamente inquieta, em que sinto o sopro dos ventos no meu mais profundo ser, tive uma excruciante vontade de te escrever. Escrevo-te deste quarto profundamente desarrumado, sem qualquer vestigio de ti, ainda assim te escrevo porque eu sou teimosa e não te consigo deixar ir embora.  Há dias em que me sinto um anjo a quem lhe foi apagada as asas, em que o silêncio dos teus passos ainda ecoa na minha mente, parece que me vens tirar desde sufoco insistente, como se pudesse ser... Eu sei amor, eu sei que não podemos entrar neste quarto com o barco que pintaste com pedaços de nuvens mas custa, custa tanto que não caiba aqui dentro...  

 

 

 

edit:

 

«O Homem é por natureza um ser vivo político.» Aristóteles
"O que hoje parece adquirido como respirar - Votar - só há pouco existe de forma livre e universal. Muitos morreram, outros foram presos por este simples facto de quererem dar a opinião a todos em situações decisivas para o interesse colectivo."CS

Vão votar! - Votar... não é só um direito que nos assiste, mas também é um dever como cidadão!
publicado por Morgen às 11:26 | link do post | comentar | ver comentários (63)
Sábado, 15.01.11

Perde-se a vida a querê-la tanto!

São 3:60, doi-me muito a cabeça! Apenas avisto uma grande névoa enquanto sinto o sangue que invade a minha garganta num único e feroz sufoco.

Parece-me que a vida parou neste instante em que as sombras da noite não me deixarão ver o nascer da alvorada. Em que o silêncio dos teus passos ainda ecoa no gélido corredor da minha mente.

Voltei a sentir um frio ardente que me perfura o coração e me faz querer adormecer num sono profundo mas como poderei se a vida, tão inquieta, pesa tanto nos meus ombros?

Há muito que vivo de destroços, alimentada por um rastício de felicidade que insistia em não cessar mas deixaste-me aqui demasiadamente vulnerável...

Leio as notícias que passeiam pelas primeiras páginas dos jornais, tantas e tantas previssões que são feitas, ligo esporádicamente a televisão mas nada me distraí. O meu quarto começa a ser destroços de mim mesma. A cada segundo que se derrete, como se de uma chama se tratasse, a minha cabeça sente que estão cada vez mais próximas as névoas do entardecer. Não quero que sintas a minha falta, apenas o desconhecimento me basta.

Todos os ecos, que me rodeavam, cessaram. Parece que o mundo se perdeu nas minhas lágrimas ardentes.

Está frio, cada mais mais frio, está tanto frio que não consigo deixar estas névoas que são agora fotografias da minha vida. Avisto uma tela branca,corro, corro e agora sei que é demasiadamente tarde! Não quero olhar para tràs, que diferença faz?

publicado por Morgen às 11:54 | link do post | comentar | ver comentários (21)
Quinta-feira, 23.12.10

...

 

 

Aí Davidinho, Davidinho até incitas o meu espírito natalício

 

 

Feliz Natal!

publicado por Morgen às 18:33 | link do post | comentar | ver comentários (14)
Domingo, 14.11.10

Parabéns a mim :)

birthday1.jpg image by findstuff22

 

 

Parabéns a mim!

Siiiim, hoje sou pequenina :)

publicado por Morgen às 00:00 | link do post | comentar | ver comentários (35)
Domingo, 29.11.09

Sentimentos sufocantes

Balanceio o meu braço direito que,tal como todo o resto do meu corpo, há horas se tinha imobilizado.

         Acordo de uma directa e desvio o meu olhar perdido reparando que são agora 4:60.
Respiro fundo numa tentativa de lavar a cara aos pulmões, em vez disso respiro um ar que me arde, que me gela, que me faz ter a certeza que tudo o que sinto não é mera ilusão.
            Lentamente enxugo as lágrimas salgadas que vagueaim pelo rosto já inundado, corro as cortinas e vejo que lá fora reina a mais profunda escuridão como se fosse o fundo do mar.
            Sinto que agora já não há nada a fazer, tremo muito, tenho medo que este silêncio esmagador me sufoque mas quem não tem? Sabes, há dias em que as névoas que esvoaçam na tela do meu pensamento se afastam, em que penso ter força para não fugir. Penso como será tudo daqui a 5 anos mas depois lembro-me que é demasiado tempo para esperar até lá.
            Há dias em que me olho mas não me conheço, ou será que anseio ver outra pessoa que não eu?Outros sinto que esta ferida que não sara se esconde por detrás de momentos efémeros. Foi no momento em que me desenhaste asas que consegui ver o mundo, não precisei de fingir que sorria, nem tão pouco senti frio. Afinal já não sentia o deserto dentro de mim.
            Lá ao fundo, naquele grande largo que tão bem conheço, uma ou outra luz dá vida aqueles lares que são muito mais que casas.Sinto inveja, quando noto que cada uma dessas pessoas que passeia pelas pequenas e acolhedoras divisões se reconhecem quando se olham.
            No outro dia fui à praia, aquela praia deserta que tantas vezes busquei inspiração. As àguas profundas do oceano sempre me ajudaram a lavar a mente. Procurei algo que me tirasse o peso das noites, a angústia das madrugadas e o sufoco dos dias mas a vida, tão inquieta, pesa demais no meus ombros.
            Mais do que nunca é-me impossivel parar de tremer.Na escuridão consigo ver uma névoa branca que se fixa no meu pensamento apagando todas as recordações que me sufocam, em meros segundos ela evapor-se-à. Por agora, lembro-me do momento em que transformaste o meu mundo, se ao menos a vida tivesse parado nesse instante.
           
publicado por Morgen às 11:16 | link do post | comentar | ver comentários (121)
Sábado, 14.11.09

Aniversário

Hoje sou pequenina!

 

 

 

Parabéns a mim!!!!

 

publicado por Morgen às 00:00 | link do post | comentar | ver comentários (53)
Domingo, 27.09.09

Política

 

Como é do conhecimento de todos, ou pelo menos  de quase todos, ontem o nosso Chefe de Estado dirigiu-se aos Portugueses, numa tradicional mensagem de apelo ao voto.
Como ele mesmo referiu, estas eleições “têm lugar num tempo de grandes dificuldades”, não fosse a situação do país “motivo de sérias preocupações”.
«Como Presidente da República, posso garantir-vos: o que está em jogo é demasiado importante para que nos possamos dar ao luxo de ficar em casa, deixando aos outros a responsabilidade de tomarem decisões que são de todos»,- penso que esta frase foi o melhor apelo que o nosso Presidente poderia fazer a todos nós.
Espero que muitas das pessoas que dizem ter um descrédito pela politíca tenham tomado consciência da importância que esta tem na nossa sociedade pois a política é a base de uma sociedade que se diz civilizada. Espero que a aderência às urnas seja significativa para que consigamos perceber a preferência dos Portugueses a nível partidário, já que a inexistência de ideologias foi visível ao longo da campanha, pelo menos é a minha opinião.
Este período será, concerteza, de extrema relevância para todos nós e como (ainda) só poderemos fazer política exercendo o nosso direito faço este apelo.
Finalizando, para todos aqueles que dizem não ter partido ou  “ideologia política” lembrem-se que a ausência de política, só por si só, já é uma politica.
Ainda dizem que a política não é tudo!
publicado por Morgen às 10:39 | link do post | comentar | ver comentários (45)
Sábado, 19.09.09

Madrugada

Nesta madrugada, em que o sono não se apodera de mim, comtemplo mais uma vez o céu e repraro que todas aquelas estrelas que vagueiam, como se de vagabundos se tratassem, são anjos que flutuam no azul perfeito.

Faço-me refém da minha memória e relembro todos os momentos em que construímos um pouco mais do nosso castelo, que não se assemelha aqueles que as crianças tanto sonham. Apenas é um castelo feito de muralhas para que possamos sentir uma paz que está para além das palavras

De quando em quando, o sol embebeda as nunvens com tons do entardecer, outros o silêncio dos teus passos ecoa no mais profundo do meu ser, mas acima de tudo sei que nunca deixei de voar nas asas de um daqueles anjos que bruxeleiam agora na suave madrugada.

Por vezes, as asas que me desenhaste queimam-se, no entanto, nunca se derretem e aí sei que te guardarei no mais íntimo de mim.

O sol acabou ,agora, de se vestir e uma suave brisa abraça o meu corpo trazendo-me a certeza de que estamos unidos, mesmo que distantes.

 

 

 

Edit:

Em breve deixarei de vir cá tão regularmente.

Talvez actualize aos fins de semana :)

publicado por Morgen às 10:10 | link do post | comentar | ver comentários (26)
01 <body>

Pigmentos do Meu Ser
A "Morgen" gosta de beijinhos, de abraços, de sorrisos, de amizade, amor e companheirismo. A "Morgen" adora escrever, falar e ler. Gosta de ajudar os outros, do mar em dias de inverno, da serenidade dos dias de primavera, de quando o sopro dos ventos a faz pairar sobre o mundo. A "Morgen" é sensivel, muito sensível, amiga do seu amigo, gosta de aprender e o que mais lhe fascina numa pessoa é a sua bondade e a sua mente (adoro quando vejo que posso aprender alguma coisa com alguém). Odeia quando alguém a contraria, gosta de ser autoritária, é teimosa e impulsiva. A"Morgen" aparenta ser frágil mas tem força interior. A "Morgen" gosta de dias calmos, de dormir, de sorrir, de viver (muito mesmo), gosta de linguas, preocupa-se com os fenomenos internacionais e gosta de uma das maiores artes: a Política. A "Morgen" é um ser complexamente simples.


A Morgen
Perfil Adicionar

"(...) suspensos e felizes como se a felicidade se suspendesse carregando no botão pausa do filme da vida".

Arquivos