...

Numa manhã demasiadamente inquieta, em que sinto o sopro dos ventos no meu mais profundo ser, tive uma excruciante vontade de te escrever. Escrevo-te deste quarto profundamente desarrumado, sem qualquer vestigio de ti, ainda assim te escrevo porque eu sou teimosa e não te consigo deixar ir embora.  Há dias em que me sinto um anjo a quem lhe foi apagada as asas, em que o silêncio dos teus passos ainda ecoa na minha mente, parece que me vens tirar desde sufoco insistente, como se pudesse ser... Eu sei amor, eu sei que não podemos entrar neste quarto com o barco que pintaste com pedaços de nuvens mas custa, custa tanto que não caiba aqui dentro...  

 

 

 

edit:

 

«O Homem é por natureza um ser vivo político.» Aristóteles
"O que hoje parece adquirido como respirar - Votar - só há pouco existe de forma livre e universal. Muitos morreram, outros foram presos por este simples facto de quererem dar a opinião a todos em situações decisivas para o interesse colectivo."CS

Vão votar! - Votar... não é só um direito que nos assiste, mas também é um dever como cidadão!
publicado por Morgen às 11:26 | link do post | comentar