É tempo de ser

"O pano cai, o medo vem, o corpo treme e sente o chão. Por tanto quereres o que não tens a voz é surda atrás da mão."
 
Talvez um dia volte quando a vontade for maior. Por agora cliquei no botão pausa  deste blog e chega aqui ao fim. É para isso que se termina, para quando o tempo nos pertencer possamos começar, assim o espero. Obrigada a todos e sejam felizes
publicado por Morgen às 12:13 | link do post | comentar